INFORMAÇÕES

sexta-feira, 21 de março de 2014

TO: Família pede ajuda para trazer corpo de brasileira morta em Paris

Faz uma semana que a tocantinense foi assassinada a facadas. Parentes procuram ajuda com o governo e a Polícia Federal no Tocantins.
Katiane morta em Paris

A família da brasileira Katiane Lopes Pires, de 28 anos, morta a facadas no último dia 13 em Paris, pede ajuda do governo e da Polícia Federal no Tocantins para trazer o corpo dela para Palmas, capital onde nasceu e morava antes de ir para a Europa.

A tocantinense voltava para casa depois de sair do trabalho, quando foi supostamente surpreendida pelo marido, Gedeão Tadeu Sobrinho, de 34 anos, e assassinada na rua Olivier-Métra.

Klebya Raylla Lopes Pires, irmã da vítima, disse que a família está muito angustiada por não ter condições financeiras de fazer o translado do corpo de Katiane, para que ela seja enterrada em Palmas. "Nós não temos condições de pagar as passagens para trazer ela. Calculamos que seja uns 7,8 mil euros [cerca de R$ 25,5 mil]", explicou. (G1/TO)