INFORMAÇÕES

terça-feira, 29 de abril de 2014

Belém: Fazendeiro acusado de mandar matar sindicalista está sendo julgado

Dezinho foi assassinado em 2000
Começou em Belém, o julgamento do fazendeiro Décio José Barroso Nunes, conhecido como Delsão. Ele irá a júri popular pela morte de José Dutra da Costa, conhecido como Dezinho. A expectativa é que a sentença seja divulgada ainda hoje.

O crime aconteceu no dia 21 de novembro de 2000, em Rondon do Pará, sudeste do Estado. Dezinho era presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município, e lutava pela desapropriação de terras para a reforma agrária na região. Segundo entidades ligadas aos direitos humanos, ele foi morto por denunciar práticas de trabalho escravo e apoiar famílias de sem-terras. (G1/PA)