INFORMAÇÕES

terça-feira, 22 de abril de 2014

PA: Madeireiros ilegais são detidos em terra indígena Menkragnoti

Policiais e índios durante a ação
Uma operação de fiscalização realizada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) na terra indígena Menkragnoti, com cerca de 4,9 milhões de hectares, no estado do Pará, resultou na detenção de 40 pessoas, na destruição de 11 acampamentos de madeireiros e na apreensão de 26 motoserras. Também foram aplicadas multas no valor de R$ 50 milhões.

Os índios Kayapó denunciaram ao Ibama a ação de madeireiros ilegais em suas terras no início deste mês. “A grande maioria dos alvos foi localizada pela comunidade Kayapó. Essa parceria haverá de propiciar a manutenção da integridade da área,  constituindo-se em uma barreira para travar os grandes grileiros na BR 163”, disse o diretor de Proteção Ambiental do Ibama, Luciano Evaristo.

A ação contou com a participação de 27 agentes ambientais do Ibama, quatro policiais do Grupamento Tático da Polícia Militar do Pará, seis homens da Força Nacional e servidores da Funai.  Segundo o Instituto, a terra indígena abrange os municípios de Altamira e São Félix do Xingu, no sudoeste do Pará, e as cidades de Matupá e Peixoto de Azevedo, no estado do Mato Grosso.