INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Redenção: Executores do advogado Wander são condenados a 19 anos

Edívio Soares e Nick Vonne respondem pelo crime de homicídio qualificado. Advogado Wander de Sousa foi morto com tiro na cabeça, em Redenção.
Advogado Wander foi assassinado a tiros

Os réus Edívio Soares Neto e Nick Vonne Santana foram condenados a 19 anos de prisão pela morte do advogado Wander José de Sousa, 60 anos. O crime ocorreu em setembro de 2010, em Redenção.

Wander José de Sousa foi assassinado no dia 22 de setembro de 2010, dentro de veículo particular, quando chegava a um hotel de sua propriedade. O empresário e advogado foi atingido com tiro na cabeça. Segundo o Ministério Público do Estado (MPE), o disparo foi efetuado por Nick Vonne em uma motocicleta pilotada por Edívio.

A dupla foi condenada por homicídio duplamente qualificado. A sessão do Tribunal do Júri da Comarca de Redenção ocorreu na última sexta-feira (16/05). Durante a audiência, o conselho de sentença acatou os argumentos de acusação contra os réus apresentados pelo promotor de Justiça Ramon Furtado Santos. Segundo Santos, o crime fora cometido mediante paga e recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

O juiz de direito Haroldo Silva da Fonseca, titular da 2ª Vara Criminal de Redenção, aplicou a pena de 19 anos de condenação para cada um dos réus, os quais deverão cumpri-la no sistema prisional paraense.