INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Conceição: Prefeito Valter Peixoto é alvo de nova denúncia

O prefeito de Conceição do Araguaia, Valter Peixoto (PT), foi alvo de nova denúncia de improbidade administrativa. Durante a sessão ordinária dessa semana na Câmara Municipal, o professor Anilton Bartolomeu, coordenador local do Sindicato dos Trabalhadores na Educação Pública do Pará (SINTEPP), apresentou na tribuna da Casa denúncia formal apontando desvio de recursos na educação durante a gestão do petista, afastado pela justiça, provisoriamente por 180 dias, justamente por indícios de improbidade administrativa.

A nova denúncia apresentada na Câmara aponta desvio de verbas federais destinados a Secretaria Municipal de Educação (SEMED) para aquisição de centrais de ar para salas de aulas das escolas municipais, com recursos oriundos do Projeto “Cuca Fresca”, do deputado federal Giovani Queiroz (PDT). Segundo a revelação, mesmo tendo recebido integralmente o valor R$ 208.500, provenientes do convenio nº 9793/2014, nenhum aparelho foi comprado pela gestão municipal.

Durante sua fala na tribuna da Câmara Anilton mostrou comprovantes de depósitos bancários confirmando que o montante foi depositado integralmente na conta da Prefeitura para compra de 250 centrais de ar 2.500 btus, porém, nenhum aparelho foi adquirido e o recurso circulou, conforme os comprovantes bancários, por três contas no último dia 27 de junho, véspera do afastamento temporário do petista, no prazo de cerca de 20 minutos até ir parar na conta da Empresa Edificar, que executou precariamente o serviço de esgoto sanitário na cidade.

Após fazer a exposição na tribuna da Câmara Anilton entregou cópias do convênio que versa acerca da liberação do recurso e cópias dos comprovantes das movimentações bancárias, provocando o Legislativo a uma possível abertura de Comissão Processante para apurar mais detalhadamente o caso, com eminente possibilidade de cassação definitiva do mandato de Valter Peixoto. Anilton ainda afirmou que vai apresentar os comprovantes ao Ministério Público Estadual para adoção das medidas legais.

(DELMIRO SILVA)