INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

'Minha casa, minha vida' pode parar por falta de pagamento

Sindicato da construção civil aponta dívida de R$ 30 milhões. Ministério das Cidades diz que pagamento ocorre regularmente.

O Sindicato da Construção Civil do Pará (Sinduscon) denuncia que obras do programa de habitação popular "Minha casa, minha vida" podem ser paralisadas no estado por falta de pagamentos. De acordo com o Sinduscon, diversas empresas do estado não recebem repasse por obras executadas há pelo menos 30 dias, e a dívida do programa com o setor da construção civil no Pará chega a R$ 30 milhões.

O governo federal não faz pagamentos diretos para as construtoras. O recurso liberado pelo ministério é repassado para os bancos parceiros do projeto, a Caixa Econômica e o Banco do Brasil, que efetuam o pagamento dos empreendimentos. Segundo a Caixa, mais de 56 mil habitações sociais estão sendo financiadas em todo o estado através do programa, mas o banco disse que não está se posicionando sobre os pagamentos. O Banco do Brasil afirmou que cada projeto tem um processo independente, com cronograma próprio, e que não havia informação sobre atrasos nos pagamentos. (G1-PA)