INFORMAÇÕES

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Pará lidera número de casos de trabalho escravo

Na região Norte do país, 337 trabalhadores em situação semelhante à escravidão foram resgatados no ano passado. Em todo o país, foram quase 1.600.

A maior parte das pessoas trabalhava nas atividades da Construção Civil, Agricultura, Pecuária e Extração Vegetal. A informação foi divulgada nessa quarta-feira pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O Pará é o estado do Norte com o maior número de casos identificados de trabalho escravo. No ano passado, foram 107. Em segundo lugar, vem Tocantins, com 90 registros e em terceiro, o Acre, com 74 trabalhadores resgatados em situação de escravidão.