INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Redenção: Mãe de Thays, suspeita de ser assassinada pelo marido pede justiça

Emília Maranhão, mãe de Thays Moreth Machado Xavier, que morreu asfixiada, segundo laudo do IML de Marabá, pede que justiça seja feita no julgamento de Arley Marinho Luz, acusado de matar a esposa no dia 15 de fevereiro de 2014, na casa onde o casal vivia. Segundo informações o julgamento está marcado para o dia 5 de março, no Fórum de Justiça de Redenção.

Caso
Thays Moreth Machado Xavier, de 25 anos, natural de Redenção, filha de Sandro Moreth e Emília Maranhão, segundo o laudo do IML de Marabá morreu por asfixia. O crime ocorreu no dia 15 de fevereiro de 2014, na casa onde o casal vivia. O acusado de matar Thays foi o marido, Arley Marinho Luz, na época com 31 anos. Na época foi citado que o marido não aceitava o fim do casamento.

Segundo informações Arley Marinho responde o processo em liberdade, depois de ficar alguns meses preso no presídio de Redenção.

Os dois filhos menores de idade, de 5 e 8 anos vivem com o tio, em Redenção. O tio é irmão do pai das crianças, Sandro Moreth já falecido.