INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

terça-feira, 2 de junho de 2015

Área devastada no Pará equivale a 38 mil campos de futebol

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama) entrará com ações civis públicas contra infratores ambientais no Pará, que devastaram uma área de 380 quilômetros, o que equivale a 38 mil campos de futebol.

Em uma recente fiscalização do Ibama foram identificadas três pessoas físicas e duas jurídicas que desmataram áreas significativas da Amazônia em cinco municípios do Pará: Altamira, Anapu, Ulianópolis, Santa Bárbara do Pará e Rondon do Pará. Os valores das indenizações pedidas chegam aos R$ 212 milhões, que devem ser revestidos em recursos para recuperação de áreas degradadas ou para projetos que possam conservar a Amazônia brasileira.

O superintendente do Ibama, Hugo Américo Schaedler, explicou que no âmbito administrativo foram aplicadas multas contra os autores dos crimes e o caso está na Justiça. “Neste caso específico, estamos entrando com ações civis públicas para obrigação de reparação de dano ambiental cometido. Identificamos inicialmente cinco grandes desmatadores, o maior deles chega a ter 20 autos de infração (multas no Ibama)”.