INFORMAÇÕES

Envie informações para o blog. WhatsApp 99193 6270 ou e-mail: otavioaraujo19@hotmail.com. Otávio Araújo é correspondente da Rádio Clube do Pará para o sul do Pará.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

BR-158: Pontes continuam causando transtornos a motoristas

Carreta ficou horas presas nas ferragens da ponte
Um acidente com um caminhão que ficou preso na ponte do rio Inajazão, na BR-158, entre os municípios de Redenção e o distrito Casa de Tábua, no município de Santa Maria das Barreiras, provocou um congestionamento de mais de dois quilômetros na via.

O veículo ficou tombado e preso na estrutura, bloqueado a rodovia. As condições das pontes dificultam o tráfego na BR, e deixam a viagem mais longa.

Vários homens tentaram retirar o caminhão de 70 toneladas de um buraco. Um motorista esperou mais de 4 horas para atravessar.

"Prejuízo de pneu, mola, que quebra nessas pontes, buraco, lamentável", diz o motorista Jean Pereira.
Muitas vezes, o motorista tem que descer do caminhão e ajeitar chapas de ferro, que frequentemente saem do lugar. "A gente puxa o progresso nacional sobre o caminhão, e a gente está correndo risco, até de morte, uma fatalidade numa ponte dessa. Eu acho um absurdo", reclamou o condutor de caminhão, José Rubens.
A BR-158 é usada, principalmente, no transporte da produção agrícola do Mato Grosso e do Pará. Ao longo da rodovia, existem 12 pontes, todas apresentam algum tipo de problema. Em uma delas, cinco buracos comprometem o tráfego. Além disso, a estrutura não tem mureta de proteção.

Ninguém do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) foi encontrado para falar sobre os problemas mostrados na reportagem. (G1/PA)