INFORMAÇÕES

Envie informações para o blog. WhatsApp 99193 6270 ou e-mail: otavioaraujo19@hotmail.com. Otávio Araújo é correspondente da Rádio Clube do Pará para o sul do Pará.

sábado, 1 de agosto de 2015

Bannach: Polícia investiga dupla assassinato

De acordo com informações da Polícia Militar de Bannach, um casal foi assassinado na noite da última quinta-feira (30/07), por volta das 10 h, na colônia Pista Branca, zona rural de Bannach.

Firmino Adair Borges e Stefani Rodrigues da Silva estavam na sede da fazenda, a cerca de 7 km da Pista Branca e aproximadamente 70 km da zona urbana de Bannach, quando foram surpreendidos por três elementos armados. Eles bateram a porta da casa e anunciaram o assalto.

De acordo com informações, os acusados estariam encapuzados pilotando duas motos e exigiram que o casal entregasse o dinheiro. Firmino teria afirmado que tinha R$ 800,00 em dinheiro, mas os assassinos disseram que era pouco e ameaçou matá-los.

Um filho do casal, de 10 anos, teria saído correndo do local, quando foi atingindo por uma facada nas costas. A arma teria ficado alojada nas costas do menino que conseguiu fugir pelo mato. Na madrugada da sexta-feira (31/07), por volta de 01 h, ele teria conseguido chegar à Pista Branca, onde foi atendido em um posto de saúde.

Segundo a PM, o menino teria escutado vários disparos de arma de fogo. Populares foram até a sede da fazenda e encontraram o corpo de Firmino e Stefani na área da casa, onde o fazendeiro e a esposa moravam com o filho.

De acordo com a polícia, foram constatadas quatro perfurações no corpo do proprietário da fazenda - duas nas costas, uma na cabeça e outro no ombro. Já a esposa de Firmino, tinha uma perfuração no peito, outra no pescoço e duas facadas sendo uma no pulso e outra nas nádegas.

Ainda segundo informações, três pessoas foram presas pela Polícia Civil de Redenção, acusados de autoria do crime. Um é filho legítimo do fazendeiro, uma mulher que seria a nora de Firmino e um rapaz que supostamente seria um sobrinho do pecuarista que teriam divergência com a madrasta.

O Delegado Antônio Miranda Neto, da Polícia Civil do Araguaia Paraense, está investigando o caso. De acordo com o Sargento PM Zenivaldo, os três suspeitos teriam usado um revólver calibre 38 para cometer o crime. (José Augusto, com informações da Polícia Militar de Bannach)