INFORMAÇÕES

Envie informações para o blog. WhatsApp 99193 6270 ou e-mail: otavioaraujo19@hotmail.com. Otávio Araújo é correspondente da Rádio Clube do Pará para o sul do Pará.

terça-feira, 18 de agosto de 2015

GO: Apontado como servidor fantasma, padre recebeu R$ 1,3 milhão, diz TCE

Padre Luiz Augusto é apontado como servidor fantasma 
O Tribunal de Contas do Estado de Goiás (TCE) determinou a indisponibilidade de R$ 1,3 milhão em bens, caso existam, do padre Luiz Augusto Ferreira da Silva, de 54 anos, apontado como servidor fantasma da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).

Segundo inspeção realizada no órgão, o valor corresponde ao que o sacerdote recebeu sem comprovar frequência na Casa. O pároco e a Alego têm 15 dias para apresentar defesa. Advogado do padre, Leandro Silva disse que ainda não foi informado sobre a decisão do TCE. Por isso, a defesa não tem como se pronunciar.

Por 20 anos, o padre ocupou o cargo de analista legislativo, que tem salário bruto mensal atualmente de R$ 11,8 mil. De acordo com o relatório de inspeção solicitado pelo Ministério Público de Contas, em 242 meses analisados, de janeiro de 1995 a fevereiro de 2015, o padre recebeu 186 meses sem a devida comprovação dos registros de frequência. (G1/GO)