INFORMAÇÕES

Envie informações para o blog. WhatsApp 99193 6270 ou e-mail: otavioaraujo19@hotmail.com. Otávio Araújo é correspondente da Rádio Clube do Pará para o sul do Pará.

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

REDENÇÃO: Prefeitos do sul do Pará se reúnem para criar consórcio na área da saúde

O Consórcio objetiva melhorar o atendimento na saúde
Os secretários municipais de saúde dos 15 municípios do sul do Pará e alguns prefeitos participaram na manhã desta sexta-feira (14/08), de uma reunião, em Redenção, onde assinaram a carta de intenção de criação de um consórcio, que objetiva oferecer atendimento básico na área da saúde.

Para o Prefeito de Redenção, Vanderlei Coimbra, o consórcio é à saída de vários municípios para ajudar tanto na economia quando na prestação de mais serviços na área da saúde. Alguns atendimentos de média complexidade os municípios não conseguem oferecer por falta de dinheiro. “O Governo do Estado tem uma dívida com o município de Redenção no valor aproximando de R$ 700 mil. Os prefeitos estão buscando uma saída e o consórcio é a solução”, citou o Prefeito Vanderlei Coimbra.
Prefeito de Redenção assina carta de intenção

O Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Araguaia e Tocantins (Cisat) será responsável para gerir o atendimento, ofertando médicos especialistas. Em primeiro momento, a expectativa é que o serviço seja na área de cardiologia e oftalmologia.

“O governo do Estado já sinalizou positivamente para a implantação do consórcio, que será gerido com 50% dos municípios e 50% oriundo do Estado. O governo do Estado está há quase 20 meses sem repassar recursos para a saúde básica, como farmácia básica, insumo para medicamentos para diabetes, entre outros. A saída então é mesmo criar um consórcio”, citou o Prefeito de Bannach e presidente da Amat/Carajás, Válber Milhomem.
A criação do Consórcio vai para a parte burocrática

Para o consórcio ganhar legalidade as câmaras municipais de vereadores vão votar a inclusão dos municípios no consórcio, além de criar CNPJ entre outros documentos necessários. A expectativa é que ainda este ano o consórcio inicie o atendimento, que será agendado por cada município, com os serviços centralizados em Redenção, e em breve com locais de atendimento em Xinguara e Tucumã ou São Félix do Xingu. (Otávio Araújo)