INFORMAÇÕES

Envie informações para o blog. WhatsApp 99193 6270 ou e-mail: otavioaraujo19@hotmail.com. Otávio Araújo é correspondente da Rádio Clube do Pará para o sul do Pará.

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Redenção: Funcionários do Detran e CFC são presos

Material apreendido durante a operação
A operação "Galezia" desarticulou um esquema de venda de carteiras de habilitação nos Detrans do sul do Pará. Com apoio do Departamento Estadual de Trânsito e do Ministério Público do Estado, a operação resultou em 10 prisões e no cumprimento de 42 mandados de busca e apreensão em sedes das Ciretrans, em autoescolas e nas casas de funcionários do órgão.

A operação foi realizada no mesmo horário nos municípios de Redenção, Conceição do Araguaia, Santana do Araguaia, Rio Maria, Xinguara, Ourilândia do Norte, Tucumã e São Félix do Xingu.

A finalidade da ação é combater irregularidades na emissão de Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Durante a operação foram apreendidos vários documentos, computadores, veículos de autoescola, dinheiro e cheques.
Ciretran de Redenção é alvo de investigação

O esquema tinha início na cidade de Pedro Afonso, no Tocantins. As investigações verificaram que foram recebidos em Ciretrans no sul do Pará, no total, 12 mil e 600 processos de mudança de jurisdição.
A cidade de Pedro Afonso tem 11 mil e 600 habitantes. “Era como se toda a população do município solicitasse transferência de domicílio ao Pará”, disse o delegado Tiago.

As investigações constataram ainda que, cada processo, era vendido a mil reais e cada carteira de habilitação custava R$ 3 mil em média. Somente um endereço, na cidade de Xinguara, era citado em 150 processos de mudanças de domicílio.

Em Redenção, foram presos quatro funcionários da Ciretram, inclusive o diretor da Ciretran de Redenção. Em Ourilândia do Norte foram presos dois funcionários da Ciretram. Também foram presos os donos de dois CFCs, um em Redenção, e outro, em Tucumã. (Polícia Civil do Pará - www.policiacivil.pa.gov.br)