INFORMAÇÕES

Envie informações para o blog. WhatsApp 99193 6270 ou e-mail: otavioaraujo19@hotmail.com. Otávio Araújo é correspondente da Rádio Clube do Pará para o sul do Pará.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Redenção: Hospital Regional pode fechar as portas a qualquer momento

Hospital de referência no Brasil corre o risco de paralisar suas atividades e deixar uma população de cerca de 600 mil sem atendimentos de média e alta complexidade. 
Demora nos repasses do governo do Estado pode fechar as postas

Médicos, direção e funcionários do Hospital Regional de Redenção, estão convidando toda a sociedade para uma manifestação nesta sexta-feira, a partir das 10 horas da manhã. Todos vão abraçar o hospital antes que ele morra. Há mais de uma semana os médicos estão em greve e somente os atendimentos emergenciais estão sendo realizados.

Segundo a direção, o hospital enfrenta dificuldade junto aos fornecedores, e existe o risco real de faltarem suprimentos com o recesso de fim de ano. Ou seja, mesmo que exista mais algum repasse esse ano, ainda podem faltar suprimentos.

Como exemplo, o Oxigênio tem previsão de durar até o fim do mês. Os medicamentos em geral devem acabar entre 06 a 08 de janeiro. O material para cirurgias já está esgotado. Os suprimentos para hemodiálise duram somente até dia 09 de janeiro, e devem ser comprados antes do dia 10 deste mês para entrega em tempo hábil. O tomógrafo está quebrado há cerca de 2 meses.

Até o momento, não houve nenhum repasse. Ou seja, a continuar da mesma maneira, em pouco tempo o Hospital Regional terá que fechar as portas mesmo aos pacientes com risco de vida, pela falta de materiais e medicamentos para atendimento. 

A população da região será prejudicada com a perda mensal de 320 internações, 350 cirurgias, 2245 consultas, 2294 exames diagnósticos especializados.