INFORMAÇÕES

Envie informações para o blog. WhatsApp 99193 6270 ou e-mail: otavioaraujo19@hotmail.com. Otávio Araújo é correspondente da Rádio Clube do Pará para o sul do Pará.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Marabá: Pecuarista é executado a tiros à luz do dia

O pecuarista Neudivan Alves Sousa Filho, 28 anos, foi morto a tiros dentro de uma caminhonete, na tarde de terça-feira (16), em Marabá. O homicídio ocorreu às 14h30 na travessa 13 de maio, na Marabá Pioneira. Os irmãos estavam em uma caminhonete Hilux, cor prata, quando Neudivan Filho foi alvejado.

Ele ainda foi socorrido e conduzido até o Hospital Municipal de Marabá, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu por volta das 16h. A irmã dele, Eliane Alves Sousa, 27 anos, foi alvejada com um tiro em um dos ombros. A morte de Neudivan pode ter relação com disputa por uma propriedade da família, mas, de acordo a delegada Raissa Maria Soares Beleboni, da Divisão de Homicídios de Marabá, as investigações ainda estão em fase inicial. 

A vítima do homicídio é filho do também pecuarista Neudivan Alves Sousa, detido no início do mês de novembro de 2015, acusado de roubo de gado e homicídio do pecuarista Sivanildo da Costa Campos, conhecido como “Baiano”. Além de Neudivan, são réus no mesmo caso os irmãos Diones e Nones Oliveira da Silva. 

Sivanildo era gerente de uma fazenda na Vila Cajazeiras, em Itupiranga, a 50 quilômetros de Marabá e, de acordo com a investigação, teria percebido o sumiço de gado e descoberto que os irmãos, que na época trabalhavam na fazenda, estavam por trás dos roubos, por isso teria sido assassinado. (DOL)