INFORMAÇÕES

Envie informações para o blog. WhatsApp 99193 6270 ou e-mail: otavioaraujo19@hotmail.com. Otávio Araújo é correspondente da Rádio Clube do Pará para o sul do Pará.

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Colmeia (TO): Suspeitos de envolvimento na morte de PM são executados com tiros na cabeça

Grupo de homens fortemente armados invadiu cadeia e rendeu agentes. Dois presos foram retirados de cela e mortos com tiros na cabeça.

Dois homens que estavam presos por suspeita de envolvimento na morte de um policial militar foram executados dentro da cadeia pública de Colmeia, a 206 km de Palmas, na noite desta quinta-feira (7).

Segundo informações da Polícia Civil, cerca de 20 homens fortemente armados e encapuzados participaram da ação, por volta das 20 horas.

Chareles Souza Oliveira Guedes e Weldon Souza Oliveira foram retirados das celas e mortos com tiros na cabeça. Depois foram arrastados e deixados do lado de fora da cadeia.

Agentes penitenciários contaram à polícia que foram rendidos e obrigados a se deitarem no chão com o rosto virado para baixo. Os homens fugiram do local em pelo menos duas camionetes e as testemunhas não conseguiram ver o rumo tomado.

Entenda
Dois policiais militares foram baleados durante uma abordagem em Colmeia, na madrugada deste domingo (3). Um deles, o sargento Paulo Pereira da Silva, não resistiu e morreu. Ele foi atingido na cabeça. O tiro partiu de um homem que seria usuário de drogas. Ele usou a própria arma do policial para cometer o crime.
O outro policial, o sargento Josafá Ferreira de Araújo, foi atingido por dois tiros. Um deles ficou alojado no colete. Isso aconteceu enquanto eles trabalhavam em um evento na cidade. "Em frente ao local da festa tem uma praça, onde ficam usuários de drogas.