INFORMAÇÕES

Envie informações para o blog. WhatsApp 99193 6270 ou e-mail: otavioaraujo19@hotmail.com. Otávio Araújo é correspondente da Rádio Clube do Pará para o sul do Pará.

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Aprovação do governo Temer é de 13% e reprovação, 39%, diz Ibope

Levantamento encomendado pela CNI é primeiro após afastamento de Dilma. Na pesquisa de março, petista tinha aprovação de 10% dos entrevistados.

O levantamento do Ibope, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi realizado entre os dias 24 e 27 deste mês e ouviu 2.002 pessoas, em 141 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.
Segundo a CNI, a soma dos percentuais não iguala 100% em decorrência do arredondamento.
Esta é a primeira pesquisa Ibope divulgada após o afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT), em 12 de maio, em razão do processo de impeachment que ela enfrenta no Congresso Nacional.
No levantamento anterior, de 30 de março, a petista aparecia com a aprovação de 10% dos entrevistados, enquanto 69% a desaprovavam e 19% consideravam a gestão dela regular.
O nível de confiança da pesquisa divulgada nesta sexta, segundo a CNI, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.
Comparação com governo Dilma
A pesquisa Ibope também pediu aos entrevistados que comparassem as gestões de Temer e Dilma na Presidência da República.
Segundo o levantamento, 23% dos entrevistados consideram o governo do peemedebista melhor; 44%, igual; 25%, pior; e 8% não souberam ou não responderam.
Sobre as perspectivas em relação ao "restante do governo", que avaliou as expectativas dos entrevistados sobre os próximos meses de Temer no Planalto, 24% responderam "ótimo/bom"; 32%, "regular"; 35%, "ruim/péssimo"; e 9% não souberam ou não responderam. (G1)