INFORMAÇÕES

Envie informações para o blog. WhatsApp 99193 6270 ou e-mail: otavioaraujo19@hotmail.com. Otávio Araújo é correspondente da Rádio Clube do Pará para o sul do Pará.

sábado, 13 de agosto de 2016

Marabá: Corridas de rua com cadeira de rodas unem pai e filha

Sofia nasceu com uma alteração genética e por isso não fala e nem anda. Pai buscou maneira de passar mais tempo com ela e ajudar no tratamento.
Fabiano faz uma cadeira de rodas para correr com a filha Sophia.

A vida do gerente comercial Fabiano Santos mudou completamente há sete anos com a chegada da filha caçula, Sofia. O nome vem do grego e significa “sabedoria”, que o pai precisou desenvolver para atender as necessidades especiais da criança: a menina não consegue andar ou falar e, por conta disto, o maranhense de 36 anos que mora em Marabá, criou uma forma de passar mais tempo perto da garota e ajudá-la em seu tratamento através do esporte: com uma cadeira especial, ela acompanha o pai na corrida de rua.

A pequena Sofia nasceu com uma má divisão em um braço no cromossomo cinco e apresenta transtornos de autismo. Quando ela tinha três anos chegou a andar, mas depois de não conseguir estabilidade suficiente e levar muitas quedas, ela parou de levantar.

“Estamos trabalhando para que ela volte a ter confiança. Ela não fala, mas expressa sentimento com as pessoas que ela convive. Quando começa uma música que ela gosta, começa a sorrir”, conta Fabiano, que descobriu que a filha, mesmo sem andar, gosta de correr! (G1/PA)

http://g1.globo.com/pa/para/noticia/2016/08/corridas-de-rua-com-cadeira-de-rodas-unem-pai-e-filha-no-para.html