INFORMAÇÕES

Envie informações para o blog. WhatsApp 99193 6270 ou e-mail: otavioaraujo19@hotmail.com. Otávio Araújo é correspondente da Rádio Clube do Pará para o sul do Pará.

terça-feira, 30 de agosto de 2016

TO: Após 33 anos, homem prova estar vivo e dá entrada em aposentadoria

Lavrador solicitou aposentadoria em 2013 descobriu que estava 'morto'. Justiça exigiu a anulação da certidão de óbito emitida em 1983.
Amorim quer se aposentar

Após três anos de espera, o lavrador Domingos Amorim, de 69 anos, morador de Gurupi, sul do Tocantins, conseguiu provar que está vivo e vai dar entrada no processo de aposentadoria. Isso porque a Justiça determinou que o cartório de Bom Jardim (MA) anule a certidão de óbito do idoso. Assim que os documentos retornarem, ele poderá dar entrada no pedido de benefício.

Ao solicitar a aposentadoria quando completou 65 anos, em junho de 2012, ele descobriu que era considerado como morto desde agosto de 1983.

A descoberta foi feita quando ele teve que solicitar a segunda via de sua certidão de casamento, em Bom Jardim (MA). Segundo a Defensoria Pública do Tocantins, na certidão de óbito consta que a morte foi declarada pela ex-mulher do lavrador, Francisca da Silva Amorim, que morreu há cerca de seis anos. (G1/TO)