INFORMAÇÕES

Envie informações para o blog. WhatsApp 99193 6270 ou e-mail: otavioaraujo19@hotmail.com. Otávio Araújo é correspondente da Rádio Clube do Pará para o sul do Pará.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Couto Magalhães (TO): Fiscais são presos suspeitos de receber propina para liberar cargas irregulares

MATÉRIA ATUALIZADA

Os presos vão ficar à disposição da justiça em Guaraí
Oito pessoas foram presas nesta quinta-feira (27) suspeitas de organização criminosa e corrupção passiva. Dentre elas, três são servidores públicos que trabalham no Posto de Balança e Fiscalização Rodoviária de Couto Magalhães, a 280 km de Palmas. 

Segundo o promotor Marcelo Sampaio, que coordenou a operação, eles são suspeitos de receber propina para liberar a passagem de caminhões com carga sem nota fiscal e acima do peso. Os investigadores também apuram falsificação de licenças.

As investigações começaram em novembro do ano passado após denúncias. Desde então, os investigados são observados. O promotor conta que os fiscais recebiam cerca de R$ 300 para liberar os veículos irregulares.

Os mandados de prisão e busca e apreensão foram cumpridos em Couto Magalhães, Guaraí e Conceição do Araguaia (PA). Segundo o promotor, são 10 mandados no total, mas duas pessoas ainda não foram encontradas.

Os presos foram levados para a delegacia de Colmeia onde prestaram depoimento. Depois, serão conduzidos para a cadeia de Guaraí. Com eles foram apreendidas provas que podem comprovar os crimes. (G1/TO)