INFORMAÇÕES

terça-feira, 25 de abril de 2017

Xambioá (TO): Namorada de jovem que morreu por febre amarela relata sofrimento: 'não conseguia mais comer'

Guilherme Santos, 22 anos, morava em Xambioá e morreu em janeiro deste ano. Esta é a primeira morte confirmada em 17 anos no Tocantins.
Guilherme é a primeira vítima confirmada

"Ele não conseguia mais comer, tudo o que ele comia, ele vomitava, e assim foi". As recordações são da dona de casa Marília dos Santos, namorada do jovem que morreu por febre amarela. Guilherme Santos, 22 anos, era do Rio de Janeiro, mas morava em Xambioá, norte do Tocantins. Ele morreu em janeiro, sem saber da doença, segundo Marília. 

Em 17 anos, esta é a primeira morte confirmada da doença. De dezembro de 2016 até agora, 21 casos suspeitos foram notificados no Tocantins, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde. Deste total, 13 foram descartados e sete estão sendo investigados. (G1/TO)