INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

domingo, 29 de outubro de 2017

Guaraí (TO): Juiz decreta prisão de quatro PMs após delegado ser baleado durante ação

O Justiça decretou a prisão preventiva dos quatro policiais militares suspeitos de atirar contra o delegado da Polícia Civil, Marivan da Silva Souza, em Guaraí, região central do estado.

A decisão, emitida neste domingo (29), é do juiz plantonista Ciro Rosa de Oliveira. Segundo ele, o objetivo é evitar que os militares destruam provas e interfiram no depoimento de testemunhas.

A prisão preventiva é contra os policiais Frederico Ribeiro dos Santos, João Luiz Andrade da Silva, Tiago Marinho Duarte Peres e Cleiber Levy Gonçalves Brasilino. A Polícia Militar foi procurada, mas ainda não se manifestou sobre o caso.

O caso aconteceu neste sábado (28) após os PMs confundirem o delegado com um criminoso. Marivan da Silva Souza levou três tiros, um na mão, um na orelha e outro de raspão na cabeça. Ele perdeu parte de uma das orelhas. Souza recebeu alta do hospital em que estava internado em Palmas.

Os disparos foram feitos por policiais da Companhia Independente de Operações Especiais da Polícia Militar, que estariam na cidade procurando suspeitos do assalto a um carro-forte na BR-153. (G1/TO)