INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

MP do PA recorre a STJ para suspender liberdade de policiais envolvidos em Chacina de Pau D`Arco

O Ministério Público do Pará (MPPA) interveio na terça-feira (19), junto ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, pedindo a suspensão da liberdade concedida pela Justiça do Pará a nove dos 17 policiais acusados de envolvimento no assassinato de dez trabalhadores rurais em maio de 2017, caso que ficou conhecido como Chacina de Pau d'Arco, no Pará.

O MP interpôs, em caráter de urgência, um mandado de segurança criminal e recurso especial argumentando que liberdade dada aos policiais pode prejudicar o andamento das investigações. Na terça-feira (19) outros seis policiais também tiveram a liberdade concedida.

Dos 15 policiais que tiveram a prisão preventiva, nove estavam no Presídio Anastácio das Neves localizado na região metropolitana de Belém, quatro no quartel da Polícia Militar e um no Centro de Recuperação Regional de Redenção. Apenas um preso que estava no Presídio Anastácio das Neves ainda não está em liberdade, mas deve ser solto ao longo do dia. (G1/PA).