INFORMAÇÕES

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Policiais presos suspeitos de envolvimento na chacina de Pau D' Arco serão transferidos para o quartel da PM em Conceição do Araguaia

A Justiça do Pará atendeu, nesta segunda-feira (11/12), o pedido da defesa dos policiais acusados de envolvimento no caso conhecido como "Chacina de Pau D'Arco", em maio de 2017, e seis deles agora devem cumprir prisão preventiva em local próximo dos familiares e das residências onde moravam.

Os presos devem ser transferidos do Centro de Recuperação Anastácio das Neves, em Santa Isabel do Pará, região metropolitana de Belém, para o Quartel da Polícia Militar em Conceição do Araguaia.

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) denunciou os policiais em setembro, por prática de homicídio, tortura, dentre outros crimes. De acordo com a denúncia, o grupo seguiu até a fazenda Santa Lúcia, em Pau d'Arco, para cumprir mandados de prisão e a ação resultou na morte de 10 pessoas. (G1/PA)