INFORMAÇÕES

quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Redenção (PA): Morre uma das gêmeas com caso raro de não reagir desde o nascimento há 7 meses

A bebê Ana Júlia morreu de insuficiência pulmonar em Redenção. Ela era uma das gêmeas que apresentaram problema de saúde que impediu as duas de reagir desde o dia do nascimento. O caso repercutiu nacionalmente e continua sem diagnóstico médico.

A morte de Ana Júlia foi no último domingo (26) e confirmada nesta terça pela mãe das crianças. A outra gêmea, Ana Sofia, permanece internada no Hospital Regional de Redenção. Ela tem estado de saúde grave e respira com a ajuda de aparelhos.

O caso raro das gêmeas deixou profissionais de saúde intrigados. Há cerca de sete meses, ambas não esboçam reação. O quadro é classificado pelos médicos como "comatoso", quando o paciente tem apenas reflexos primitivos e está em sono profundo.

O hospital onde as duas foram internadas ainda não conseguiu chegar a um diagnóstico, mas especula que as pacientes têm um caso raro de "erro inato do metabolismo". A alimentação delas é feita por sonda gástrica. (G1/PA)